Home > Sonhos Realizados > Sonho Ter > "Sonho ter um videograme para jogar Minecraft com o meu irmão" - Klaiver de Paulo Duarte, 8 anos, distrofia muscular duchene.

Sonho Ter

"Sonho ter um videograme para jogar Minecraft com o meu irmão" - Klaiver de Paulo Duarte, 8 anos, distrofia muscular duchene.

Te convido a entrar em uma história de aventura onde a magia é o seu principal combustível, vamos com a gente?

Nossa história começa quando conhecemos o pequeno Klaiver esse ano, mas na verdade havia começado há 4 anos. Sua mãe sempre muito atenta começou a observar que o Klaiver tinha certa dificuldade em andar como as outras crianças. Foi em 2014 que descobriram a sua distrofia muscular, que o impediu de brincar como as outras crianças, e que se deu início ao seu tratamento. Mas isso não seria um empecilho para um verdadeiro herói como o Klaiver.

Desde pequeno sempre foi muito ativo, adora brincar com seu irmão e cá entre nós, é o seu melhor companheiro de aventuras pelas ruas de Sooretama, cidade onde mora no interior do Espírito Santo. Pensando em como melhorar ainda mais as suas aventuras e alimentar sua imaginação, o pequeno Klaiver sempre assistiu vídeos no Youtube sobre o seu jogo preferido: Minecraft. Era um tal de emprestar celular da mãe que ela ficava doidinha. Sempre em seu canto preferido da casa, o sofá, Klaiver ia alimentando a cada dia um sonho: ter um Playstation 4 para jogar Minecraft com o seu irmão.

Desde a nossa primeira ligação o Klaiver sempre se mostrou muito carinhoso. Apoiado em sua mãe começou a falar sobre todos os seus gostos como por exemplo: comer. Logo depois de todos os seus passeios é sempre uma boa hora para comer. E foi assim que comilões como também somos, nos convidamos a fazer uma visita a casa dele para compartilhar esse momento. Mal sabia que essa era apenas uma desculpa para uma surpresa inesquecível.

Combinamos tudo certo com a mãe e em um sábado partimos para a nossa jornada. Sim foi uma jornada para o gênio chegar, mas nada que um pouco de magia não ajudasse não é mesmo?! Depois de mais de 5 horas entre avião e pé na estrada chegamos a tão famosa Sooretama. Havíamos combinado que nos encontraríamos na casa de sua avó para “conversamos” um pouco mais. Chegando a casa adivinhem o que ele estava fazendo? Sim, jogando seu Minecraft no celular de sua mãe.

Para começar a brincadeira propomos que ele entrasse em um mundo Minecraft, onde o seu principal objetivo seria passar por todos os desafios que levei, assim como um videogame. A primeira dica possuía um caça palavras, que depois de alguns minutinhos, e claro, de uma ajudinha de um gênio da lâmpada, Klaiver encontrou o nome de seu irmão (Klismam) em meio a tantas letras. Seu irmão então lhe presenteou com uma nova dica que dizia: “Agora o jogo começou de verdade! Cuidado com os zumbis, acho melhor fugir. Que tal irmos para a praça?”.

E assim fomos para a praça em busca de um novo desafio com o nosso mais novo desbravador da cidade. Chegando a praça mais uma dica dizia: “Olha ali um barbante, vamos segui-lo, talvez nos leve a um esconderijo.”. E com a coragem de um personagem de Minecraft, nosso herói foi puxando o barbante e levando sua cadeira de rodas a um canto da praça. Chegando lá avistamos um envelope e assim mais uma frase dizia: “Uma armadilha entramos, vamos fugir do ataque aranha assim que a dica desvendarmos”. Nesse mesmo papel alguns códigos deveriam ser desvendamos de acordo com um novo alfabeto, que apelidamos de alfabeto Minecraft.

Com a nossa turma de desbravadores a dica enfim foi revelada e essa frase encontramos: ““Móvel ou compartimento de uma casa onde se guardam meias e/ou vestidos.” Como se fosse um jogo da forca. E assim finalmente nosso aventureiro voltou a sua casa em busca da última pista em algum guarda roupa de sua casa.  Ao chegar no guarda roupa certo e um pouco ansioso, um envelope final o levou a sala com a seguinte escrita: “Ligue esse PS4, nele há uma grande surpresa.”.

Ligamos o Playstation para o Klaiver e para a sua surpresa tínhamos um vídeo para assistir. Eram seus gênios e fada que gravaram uma mensagem especial: “Oii Klaiver, parabéns você conseguiu passar por todas as fases do nosso jogo. Agora que estamos no final queremos te fazer uma pergunta: qual é mesmo o seu sonho? Se você respondeu Playstation temos uma última coisa para falar: - Sabe esse Playstation 4 em que você está vendo esse vídeo? Ele agora é seu! Parabéns Klaiver!!!”

Nesse momento um “raio paralisador” atingiu o nosso pequeno aventureiro. Sua cara emocionada e surpresa nos presenteou. Em segundos ele procurou o braço de sua mãe e puxando-a pelo braço e olhando em seus olhos ele disse: “você viu mãe? ”. Com os olhos marejados ele não resistiu por muito tempo e começou a sorrir e chorar como se não estivesse acreditando naquele momento mágico.

Após a emoção sua primeira reação foi chamar o irmão e dizer: “agora vamos jogar Minecraft igual eu sonhei”. Brincamos e aprendemos juntos com o novo videogame. Mas agora que a emoção passou, nada mais merecido que um lanche não é mesmo? Em uma boa conversa em família nos sentimos muito bem acolhidos naquela casa, que pode parecer simples para alguns, mas me fez ter certeza guarda um amor gigante.

Obrigado Klaiver, por sonhar conosco e nos motivar a continuar realizando sonhos como o seu. Pode ter certeza que a sua aventura está só começando e que a magia desse dia será mais um combustível a mais para superar os próximos desafios que virão.

Colaboração: Eduardo Cheveau, Sony, Accor Hotels, Latam.

Voluntários: Felipe Lombezzi, Renata Carvalho e Victor Seike.

Saiba como você pode contribuir para realizar sonhos como esse!

Saiba mais