Home > Sonhos Realizados > Sonho Ter > "Sonho ter um mundo de Lego" - Bernardo, 8 anos, Tumor Desmoplasico Abdominal

Sonho Ter

"Sonho ter um mundo de Lego" - Bernardo, 8 anos, Tumor Desmoplasico Abdominal

As fadas avisaram Bernardo que iriam visitá-lo em Santos para uma nova conversa sobre sonhos. Ele mal imaginava que as fadas estavam indo para realizar o seu maior sonho. No começo, ele estava sem entender o que iria acontecer, mas topou um passeio pela sua cidade.

Chegando em sua casa, um envelope o convidava para uma aventura de muito mistério. Seria necessário descobrir as pistas no meio do passeio para o seu destino final, ainda desconhecido. Sua primeira pista o convidava a um passeio ao centro de Santos e que continha o número “77”. O que será que significava esse número?

Todos foram ao encontro da próxima pista que os aguardava no centro da cidade. Como alguns garotos da sua idade, Bernardo também gosta de futebol, mas nunca tinha visitado o museu do Pelé, o maior jogador de todos os tempos de sua própria cidade. Ao chegar no museu, recebeu mais uma pista na recepção que dizia para “ficarmos espertos onde sentávamos” e recebemos o número “88”.

Conhecendo o museu entre troféus, medalhas e muitas fotos, Bernardo, muito pensativo sobre a dica do último envelope, começou a vasculhar todos os bancos do museu. E não é que ele estava certo? Eles acharam mais um envelope com o número “2” e uma pista dizendo que não precisávamos nos preocupar pois a próxima pista estava “muito bem guardada e em segurança”.

Continuando o passeio pelo museu, Bernardo e sua família pensavam onde poderia estar a próxima pista. Depois de algum tempo, eles chegaram à conclusão de que o lugar mais seguro em um museu seria um segurança! Então, ele foi até a saída do museu e perguntou a um segurança sobre algum envelope e recebeu um envelope contendo o número “777” com o seguinte recado: “Estou com tanta fome que um cheiro estou sentindo, vamos pensar em um restaurante para a fome ir sumindo?”. E então pensaram em um lugar para o almoço e decidiram almoçar no shopping da cidade.

Chegando lá, Bernardo e sua família fizeram os seus pedidos, e ao chegar o seu prato, para a sua surpresa, junto a sua bandeja, mais um envelope o esperava com o número “8” e a seguinte mensagem: “Acho que o mistério está perto de se finalizar, vamos para casa ver se conseguimos desvendar?” Então todos terminaram seu almoço e aproveitaram para comer chocolates na sobremesa.

Finalmente todos chegaram a sua casa para a última pista. Na porta,  encontraram o último envelope e dentro dele acharam um teclado de telefone com letras como aquele de um telefone um pouco mais “antigo” e junto dele o número “666” juntos. As instruções diziam que os números encontrados formariam a palavra para desvendar o tão esperado mistério.

Esperto como é, o menino descobriu que para formar sua palavra seria necessário formar letras com os números que pegou e em sequência começou a “digitá-los” no teclado numérico. Ele começou com o número 77 e descobriu a letra “Q”, depois o número 88 formaram a letra “U”, depois o 2 formava o “A”, o quarto número 777 desvendou a letra “R”, o número 8 a letra “T” e finalmente o número 666 formou a letra “O”.

Ao juntar todas as letras, ele gritou com alegria: “Quarto!”, e sem ao menos esperar pelos demais para chegar a uma conclusão do mistério, saiu correndo para seu quarto e ao abrir a porta se deparou com uma faixa gigante com os dizeres: “Bem-vindo ao seu sonho Bernardo”. Seu sorriso era radiante ao encontrar suas tias e vó que perguntaram para ele: “Qual é o seu maior sonho?” e ansioso ele respondeu: “Muitos Legos!”

Ao retirar as faixas da frente, um mundo de Legos se apresentou para o Bernardo, que disse: “Não acredito, quantos Legos!”. Um momento que não se resumiu só aos brinquedos, mas as fantasias, diversão e muita felicidade. Ele começou a abrir as caixas e ali mesmo já começou a montar seus brinquedos. Era nítido que aquele garoto que possuía um coração gigante e uma imaginação infinita, e que acima de tudo, sempre se lembrará daquele momento para sempre.

Colaboração: Lego Brasil

Voluntários: Felipe Lombezzi, Giovana Jannuzzelli e Nara Lopes

Saiba como você pode contribuir para realizar sonhos como esse!

Saiba mais